segunda-feira, 22 de maio de 2017

Tesouros reciclados III





































Como os naperons dos posts anteriores  também esta toalha de rosto em linho estava cheia de pequenos buracos de desgaste por excesso de uso.
Cortei a pontas cujas partes estavam bastante aceitáveis e juntei-as. Para o forro, usei um tecido de algodão de florinhas azuis.
De uma toalha de linho antiga nasceu mais um talego .
Gostam?


Tesouros reciclados II





































A renda deste naperon, estava rota em vários sítios, e como podem ver na foto, tinha no centro um buracão.
Custa-me muito deitar coisas bonitas fora, por isso, tentei dar uma nova reutilização a este naperon.
Cortei as pontas, cujo tecido estava sem buracos cosi-os sem a renda, pois esta estava toda desfeita.
Fiz um forro vermelho de forma a realçar o bordado aberto do tecido e usei um tecido de flores para fazer o  folho e desta forma nasceu .... mais um talego.
Com os restinhos que sobraram, ainda consegui fazer uma bolsa de alfazema.





quarta-feira, 17 de maio de 2017

Tesouros reciclados






































Cresci vendo estes naperons em cima dos móveis nas casas da familia. Lembro-me deles ainda em casa da minha avó, mais tarde em casa da minha mãe e por fim  também os usei em minha casa.

Acho o desenho lindíssimo apesar de ser simples e até muito fácil de bordar.

O centro era em pano branco, a barra era azul a combinar com as flores, mas de tanto serem lavados, já mal se notava a cor.

Se fizer as contas, vejo que têm quase 100 anos de uso intenso.

Apesar de estarem cheios de buracos, e de terem o pano muito delido (nas fotos não se consegue ver bem mas estavam cheios de pequeninos buracos), não os conseguia jogar fora.

Espaço, é coisa que não abunda por aqui, e hoje fiz uma escolha dos panos e paninhos que ao longo dos anos herdei. Não consegui livrar-me de muitos mas, os que estavam em mau estado tive de eliminá-los, no entanto não consegui jogar estes fora sem antes tentar dar-lhes novo uso.

Não foi fácil cortá-los no entanto, dos  bocados que estavam em melhores condições ainda consegui fazer umas bolsas de alfazema.

Não sei quanto tempo mais irão durar, pois o pano está muito frágil, mas desta forma  ainda vou continuando a  deliciar-me com os bordados que a minha avó fez há quase 100 anos.

sexta-feira, 5 de maio de 2017

Para a Alexandra






































A Alexandra, adorou  o talego que fiz para a tia Lena e  pediu-me para lhe fazer um parecido, mas um pouco mais pequeno, para ela transportar   a maquilhagem na mala.
Ela gostou e vocês?

Castanho e turquesa






































A Amélia, tem uns olhos  azul  turquesa fantásticos.  Quando me pediu para lhe fazer um talego, para transportar a roupa interior quando viaja, não tive dúvidas na escolha dos tecidos.
Escolhidos os tecidos, só faltava escolher o modelo, desta vez optei por  este bloco que descobri no Pinterest.
Ela gostou muito e vocês?


( as fotos foram tiradas com o telefone e quase sem luz, ao vivo as cores são muito mais bonitas)